O DILEMA DE UM PAÍS SEM TRENS DE PASSAGEIROS

Link: http://agenciambrasil.com.br/2018/09/o-dilema-de-um-pais-sem-trens-de-passageiros

BY ARIOBAR LIMA PONTES ON 6 SETEMBRO, 2018

O Brasil segue como um raro exemplo de país onde o transporte ferroviário de passageiros é negligenciado, vivemos em um país onde só é possível entre as grandes cidades de avião ou automóvel.

As pessoas mais velhas e aqueles que viajam ao exterior, para aqueles países que consideramos desenvolvidos e civilizados, conhecem o conforto e a comodidade de viajar de trem, porém, atualmente, no Brasil, esta comodidade está disponível apenas a poucas pessoas.

Considerando os dez maiores países em área, o Brasil é o único onde essa modalidade de transporte praticamente não existe.

Desde a privatização da Rede Ferroviária Federal em 1998, por Fernando Henrique Cardoso, que levou a extinção de praticamente todos os serviços ferroviários de passageiros, o trem não é mais uma opção para quem precisa se deslocar em nosso país, com exceção da Estrada de Ferro Vitória a Minas e da Estrada de Ferro Carajás, onde, por força do contrato de privatização, a Vale (antiga Companhia Vale do Rio Doce), opera trens de passageiros, não existem mais serviços regulares de trens de passageiros em longa distância.

Há alguns trens turísticos que são utilizados pelas populações locais como meio de transporte regular, como o “Expresso Serra Verde”, entre Curitiba e Paranaguá, no estado do Paraná.

Para trazer ao leitor a dimensão desse problema histórico, apresento uma comparação entre a situação atual do Brasil frente a outros países do mundo.

Para me ater a um critério objetivo, escolhi para comparação os dez maiores países em área territorial.

Os dados de área territorial e população foram obtidos no site do CIA World Factbook e os dados de IDH foram obtidos no Relatório de Desenvolvimento Humano 2015, publicado pelo PNUD.

1º Rússia (Federação Russa): Com uma área de 17.098.242 km², a Russia é o país mais extenso do mundo, com população de 142 milhões de pessoas (9º mais populoso) e IDH de 0,798 (alto), o transporte ferroviário de passageiros em longa distância na Rússia é provido pela estatal JSC Federal Passenger Company [1], que atende 85 das 89 regiões russas.

JSC Federal Passenger Company “Sapsan”

2º Canadá: Com uma área de 9.984.670 km², o Canadá é o segundo país mais extenso do mundo, com população de 34 milhões de pessoas (37º mais populoso) e IDH de 0,913 (muito alto), o transporte ferroviário de passageiros em longa distância no Canadá é provido pela estatal Via Rail [2], que atende 8 de 10 províncias canadenses.

Trem da VIA Rail parado em London, Ontario

3º China (República Popular da China): Com uma área de 9.596.960 km², a China é o terceiro país mais extenso do mundo, com população de 1.3 bilhão de pessoas (1º mais populoso) e IDH de 0,727 (alto), o transporte ferroviário de passageiros em longa distância na China é provido pela estatal China National Railway (CNR) [3], que também fabrica boa parte do material que utiliza. A estatal atende a todo o país (22 províncias, 4 municipalidades, 5 regiões autônomas e 2 regiões administrativas especiais), com exceção de Macau, que é uma ilha.

Trem de alta velocidade da China Railway

4º EUA (Estados Unidos da América): Com uma área de 9.371.174 km², os EUA são o quarto país mais extenso do mundo, com população de 318 (3º mais populoso) milhões de pessoas e IDH de 0,914 (muito alto), o transporte ferroviário de passageiros em longa distância nos EUA é provido pela estatal National Railroad Passenger Corporation [4], que opera sob o nome comercial de “Amtrak”, atendendo a 47 de 50 estados.

Amtrak Acela

5º Brasil (República Federativa do Brasil): Com uma área de 8.514.877 km², o Brasil é o quinto país mais extenso do mundo, com população de 108 milhões de pessoas (6º mais populoso) e IDH de 0,755 (alto), o transporte ferroviário de passageiros em longa distância no Brasil, atualmente, se resume a dois serviços mantidos pela mineradora Vale, em razão do contrato de privatização desta empresa.

O serviço de passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas [5], que liga Vitória, no estado do Espírito Santo a Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, servindo também a 30 cidades ao longo da linha e o serviço de passageiros da Estrada de Ferro Carajás [6], que liga São Luiz, no estado do Maranhão a Parauapebas, no estado do Pará, servindo a 15 cidades ao longo da linha.

Trem de passageiros da Vale

6º Austrália (Comunidade da Austrália): Com uma área de 7.741.220 km², a Austrália é o sexto país mais extenso do mundo, com população de 22 milhões de pessoas (52º mais populoso) e IDH de 0,935 (muito alto), o transporte ferroviário de passageiros em longa distância na Austrália é provido por várias empresas, sendo as principais: Great Southern Rail (privada) [7], NSW TrainLink (estatal) [8], Queensland Rail (estatal) [9], V/Line (estatal) [10], estas empresas atendem 5 de 6 estados australianos, a exceção é o estado da Tasmânia, que é uma ilha.

V/Line – Southern Cross Service

7º Índia (República da Índia): Com uma área 3.287.263 km², a Índia é o sétimo o país mais extenso do mundo, com população de 1.2 bilhão de pessoas (2º) e IDH de 0,609 (médio), o transporte ferroviário de passageiros em longa distância na Índia é provido pela estatal Indian Railways [11] que atende todo o país (29 estados e 7 territórios). A Indian Railways também fabrica boa parte de seu próprio equipamento, através de suas subsidiárias, e é o maior empregador da Índia, possuindo cerca de 1.3 milhão de funcionários [12].

Trem da Indian Railways da rota Mumbai – Delhi

8º Argentina (República Argentina): Com uma área 2.780.400 km², a Argentina é o oitavo país mais extenso do mundo, com população de 43 milhões (31º mais populoso) de pessoas e IDH de 0,836 (muito alto), o transporte ferroviário de passageiros em longa distância na República Argentina é provido pelas estatais Trenes Argentinos [13], Ferrobaires [14], Ferrocentral [15] e Trenes Especiales Argentinos [16], atendendo 9 de 23 províncias (Buenos Aires, Córdoba, Santa Fé, Chaco, Tucumán, Entre Rios, Salta, Neuquén, Rio Negro).

Sobre a Argentina, cabe dizer que já possuiu a mais extensa e eficiente rede ferroviária da América Latina, sendo considerada, por volta da década de 60, tão eficiente quanto as melhores redes europeias.

Trenes Argentinos

9º Cazaquistão (República do Cazaquistão): Com uma área 2.724.900 km², o Cazaquistão é o nono país mais extenso do mundo, com população de 17 milhões de pessoas (64º mais populoso) e IDH de 0,788 (alto), o transporte ferroviário de passageiros em longa distância no Cazaquistão é provido pela estatal Kazakhstan Temir Zholy [17], que atende todos os 14 distritos do país.

Kazakhstan Temir Zholy

10º Argélia (República Argelina Democrática e Popular): Com uma área 2.381.741 km², a Argélia é o décimo país mais extenso do mundo, com população de 38 milhões de pessoas (33º mais populoso) e IDH de 0,736 (alto), o transporte ferroviário de passageiros em longa distância na Argélia é provido pela estatal Société Nationale des Transports Ferroviaires [18], que liga a capital as maiores cidades do país.

SNTF Coradia

O trem, em todas as sociedades desenvolvidas, ou que almejem o desenvolvimento, representa uma ideia de segurança, facilidade e conforto.

Assim, os Estados nacionais, mesmo nos países mais pobres, como Índia ou Argélia, procuram cuidar para que a ferrovia nacional proporcione a população um transporte barato e confiável, que possa ser utilizado por todos e integre o país, servindo como elemento simbólico, espiritualizador, da nacionalidade e da presença ativa do Estado no processo da construção do desenvolvimento e do bem estar.

Uma ferrovia que funciona é um símbolo de uma sociedade que funciona.


  1. Joint Stock Company Federal Passenger Company. Disponível em: http://pass.rzd.ru
  2. Transport Canada. Disponível em: http://www.tc.gc.ca
  3. China Railway. Disponível em: http://www.china-railway.com.cn/en
  4. National Railroad Passenger Corporation (Amtrak). Disponível em:http://www.amtrak.com
  5. Trem de passageiros da Estrada de Ferro Vitoria a Minas. Disponível em: http://www.vale.com/brasil/PT/business/logistics/railways/Passenger-Train-Vitoria-Minas/Paginas/default.aspx
  6. Trem de passageiros da Estrada de Ferro Carajás. Disponível em: http://www.vale.com/brasil/PT/business/logistics/railways/Passenger-Train-Service-Carajas/Paginas/default.aspx
  7. Great Southern Rail. Disponível em:  https://www.greatsouthernrail.com.au
  8. NSW TrainLink. Disponível em: https://transportnsw.info
  9. Queensland Rail. Disponível em: http://queenslandrail.com.au
  10. V/Line. Disponível em: http://www.vline.com.au
  11. Indian Railways. Disponível em: http://indianrailways.gov.in
  12. INDIAN RAILWAYS – Statistical Year Book India 2017. Disponível em: http://mospi.nic.in/statistical-year-book-india/2017/188
  13. Trenes Argentinos. Disponível em: http://trenesargentinos.gob.ar/portal/index.php
  14. Ferrobaires. Disponível em: http://www.ferrobaires.gba.gov.ar
  15. Ferrocentral. Disponível em: http://www.ferrocentralsa.com.ar
  16. Trenes Especiales Argentinos. Disponível em: http://www.trenesdellitoral.com.ar
  17. Kazakhstan Temir Zholy. Disponível em:  http://www.railways.kz/en
  18. Société Nationale des Transports Ferroviaires. Disponível em: https://www.sntf.dz
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...