José Manoel Ferreira Gonçalves

Professor, ambientalista, especialista em ferrovias José Manoel Ferreira Gonçalves

José Manoel Ferreira Gonçalves

A relação de José Manoel com os trens deriva inicialmente da sua relação com o meio ambiente e de sua luta abnegada pela causa, que incluiu sua participação inclusive em fóruns internacionais promovidos pela ONU.

No bojo do ambientalíssimo José Manoel passou a estudar as emissões de gás de efeito estufa no transporte. Sua tese de doutoramento explora as emissões do transporte como um todo e especificamente as emissões decorrentes do transporte de açúcar e contêineres ao Porto de Santos.

Mantenedor da ONG SOS-Planeta há vários anos, em 2013 fundou e passou a manter também a ONG FerroFrente que, sob sua presidência, tem tido ações em várias frentes, desde palestras universitárias, divulgação do tema na Internet, criação e publicação de vídeos de conscientização, reuniões com a área governamental (inclusive em nível ministerial) e entidades representativas, como a FIESP, o SECOVI e a OAB, à qual é filiado. A FerroFrente é uma Ong independente, sem apoio financeiro público, mantida exclusivamente com recursos do seu presidente e de apoiadores doadores.

Engajado politicamente desde os tempos universitários, esteve ligado de foram mais longeva ao Partido Verde. Em 2014 foi anticandidato, com o nome extremamente caricato de “Zé Mané”, para assim chamar a atenção para a causa. Mesmo sem pedir voto para ninguém, recebeu votação surpreendente, possivelmente de eleitores que em nome da causa não se esquivaram de votar em um “Zé Mané” nome que reclamava da maneira com a qual os sucessivos governos têm tratado quem luta pelas ferrovias no Brasil.

Currículo condensado:

José Manoel Ferreira Gonçalves é graduado em:

  • Engenharia Civil – Mackenzie (1978);
  • Jornalismo – Cásper Libero (1986);
  • Direito – Santa Cecília (2001).

Além das graduações tem cinco especializações (latu sensu):

  • Termofluidomecânica (2000): Universidade Federal de Itajubá;
  • Geoprocessamento (2001): Departamento de Geografia da UFRJ;
  • Engenharia Oceânica (2002): UFRJ;
  • História da arte (2011): Fundação Armando Alvares Penteado;
  • Ciências Políticas (2015): E. de Sociologia e Política de São Paulo.

Fez ainda Mestrado e Doutorado (stricto sensu):

MestradoEngenharia Mecânica (2003): Universidade Federal de Itajubá.

Modelagem da Qualidade do Ar: Revisão de Modelos e Proposta para a consideração do Efeito da Movimentação de Fontes Móveis.

DoutoradoEngenharia de Produção (2012): Universidade Metodista de Piracicaba. Cenários do transporte de cargas para o Porto de Santos com redução das emissões de gases de efeito estufa.

Atualmente prepara projeto de Pós-doutorado na área de logística.

José Manoel atuou em áreas diversas, como engenharia civil, tendo sido diretor do SECOVI, jornalismo (com destaque para a rádio Jovem Pan), professor universitário e diretor de campi.

Tem atuado como palestrante (especialmente na área de meio ambiente, logística com ênfase em ferrovias) e concedido inúmeras entrevistas, com destaque para uma entrevista sobre ferrovias em rede nacional, cedida ao expressivo jornalista Heródoto Barbeiro.